:: Suspeito de mandar matar jovens que cavaram as próprias covas em Timon é preso em São Luís

Geral

Geral



Suspeito de mandar matar jovens que cavaram as próprias covas em Timon é preso em São Luís

Suspeito de mandar matar jovens que cavaram as próprias covas em Timon é preso em São Luís

11 de out. de 2021

/ Blog do Lucas moura



A Polícia Civil prendeu, na tarde desta segunda-feira (11), um integrante de facção criminosa suspeito de mandar matar duas jovens em Timon, a 431 km de São Luís, no dia 21 de março deste ano. Elas foram obrigadas a cavar as próprias covas.


O criminoso, que não teve identidade revelada, fugiu da penitenciária no mês de novembro de 2020, quando foi levado a uma consulta médica no Socorrão 2 e conseguiu fugir dos agentes que faziam a sua escolta.


Ele tinha mandado de prisão preventiva em aberto por integrar organização criminosa e por mandar matar as jovens Maria Eduarda Lira, de 17 anos, e Joyce Elen dos Santos, de 16 anos, que foram obrigadas a cavar as próprias covas, em Timon. Ele já é condenado pelos crimes de tráfico de drogas e roubo.


Após as formalidades legais, o preso foi encaminhado ao sistema penitenciário.


O crime


As jovens Maria Eduarda Lira, de 17 anos, e Joyce Ellen dos Santos, de 16 anos, foram mortas em uma região de matagal, no bairro Parque Aliança, em Timon, na manhã do dia 21 de março deste ano.


As vítimas eram naturais de Teresina/PI, e foram atraídas para Timon, sendo “julgadas e sentenciadas”, sob comando da “disciplina” de uma facção criminosa.


As jovens foram mortas a golpes de foice, facão, pá e pedaços de madeira, mas antes foram torturas e tiveram que cavar as covas, onde foram enterradas. A polícia suspeita que uma delas ainda estava viva quando foi enterrada.


As jovens chegaram a fazer um sinal com as mãos em alusão ao grupo criminoso que provavelmente elas integravam ou tinham relações.


Gilberto Lima


Mais
© Blog do Lucas Moura
Todos os direitos reservados.